Portal 135

Ricardo Faria faz balanço de suas ações a frente da Setur-MG

01/02/2018

Resultado de imagem para ricardo faria secretario

Nesta quinta-feira (1 de fevereiro), o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, deputado estadual Ricardo Faria, encerra sua gestão a frente da Secretaria de Turismo e retoma suas atividades parlamentares na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Após dois anos sob o comando da pasta, os resultados positivos mostram que o turismo é um setor que está diretamente ligado à economia do Estado. Durante o período de administração do secretário Ricardo Faria, projetos em andamento e pautas adormecidas foram executados. Além disso, novas programações foram lançadas beneficiando toda a cadeia produtiva do turismo.

Atendendo uma orientação do governador Fernando Pimentel, o secretário Ricardo Faria, acompanhado de sua equipe, percorreu várias regiões do Estado para dialogar com as cidades e conhecer de perto todas as necessidades dos municípios. Com isso, a política de regionalização ganhou força e três novos circuitos foram certificados. Logo, o número de municípios subiu de 457 para 601. “Realizamos 25 Reuniões Técnicas de Alinhamento (RTAs), contemplando mais de 300 municípios. Dessa forma, estabelecemos um importante diálogo entre a Setur e os municípios visando o fomento do turismo a partir das cidades circuitadas”.

Contribuindo com os projetos municipais, foi implementado um sistema para o ICMS Turismo a fim de agilizar e organizar toda documentação das cidades que solicitam habilitação para repasses. Conseguimos atingir 312 municípios com o repasse, totalizando R$8.354.037,84.

Fortalecendo o turismo religioso de Minas Gerais, o Caminho Religioso da Estrada Real (CRER), projeto iniciado anteriormente, foi lançado. “Na presença do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel e do arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, lançamos a maior rota de turismo religioso do Brasil. O trajeto que liga o Santuário Nossa Senhora da Piedade em direção ao Santuário de Aparecida, em São Paulo, passa por 32 municípios mineiros e seis paulistas, num percurso de mais de mil quilômetros”.

Percebendo a forte importância da gastronomia para os mineiros e, claro, para quem visita o Estado, após pesquisa realizada, o Governo de Minas lançou o programa “+Gastronomia” e o Mapa Gastronômico. Ambos fortalecem a culinária mineira que é fator determinante na escolha do Estado enquanto destino turístico. “Lançamos o mapa gastronômico com o objetivo de potencializar o turismo gastronômico do Estado, já apontado em pesquisas como um dos preferidos dos turistas que visitam Minas Gerais. O guia traz em seu conteúdo uma compilação das experiências gastronômicas do estado que são divididas, nesta primeira edição, em três eixos: festivais gastronômicos, visitas aos produtores locais e roteiros de gastronomia”.

Investindo na promoção turística, mais um voo direto (Avianca) para Belo Horizonte - São Paulo foi conquistado durante a gestão do secretário Ricardo Faria. No cenário internacional, Buenos Aires (Argentina) e Orlando (Estados Unidos) também foram viabilizados pela Setur. “Além disso, iniciamos negociações com a Colômbia, Chile e Uruguai na expectativa de que possamos trazer voos que, com certeza, irão beneficiar o fluxo de turistas no Estado”.

Outros projetos como o Cadastur Itinerante, Escola na Trilha, Hospedagem Legal e o Panorama do Turismo foram trabalhados com o foco total em beneficio dos municípios mineiros. A realização de 85 feiras e eventos com objetivo de promover Minas Gerais como destino turístico no Brasil e fora dele também foi essencial para promoção do Estado.

Por meio emendas parlamentares, com objetivo de executar melhorias de estrutura e promoção do turismo nos municípios, celebramos convênios para mais de 70 municípios totalizando 4 milhões de reais. Convênios que preveem projeto e a instalação de portais de entrada, no valor de 360 mil reais, também foram celebrados.

Para divulgar toda a diversidade de destinos que o Estado oferece, a Setur criou o novo portal (www.minasgerais.com.br). “Essa é uma importante ferramenta de promoção e gestão para todos os agentes do setor, como secretarias municipais de turismo e agências de viagem, já que terá também uma plataforma para comercialização dos produtos. Estreitando a relação entre o turista e os equipamentos turísticos, a plataforma unifica, com base no inventário dos municípios mineiros, informações essenciais à cadeia produtiva do turismo. Os estabelecimentos terão visibilidade dentro da plataforma, permitindo que o proprietário possa qualificar seu empreendimento, contar sua história e mostrar os diferenciais”.

Com sentimento de dever cumprido, o secretário Ricardo Faria afirma que todo esse período foi extremamente gratificante para sua trajetória. “Aproveitamos a oportunidade para agradecer o governador Fernando Pimentel que nos confiou essa missão. Aproveito para ressaltar também que todas essas conquistas só foram possíveis pelo total apoio e comprometimento da equipe técnica da Setur. Dessa forma, encerramos mais um ciclo e reafirmamos o nosso compromisso com o turismo de Minas Gerais e nos colocamos à disposição para continuar colaborando com o setor”, conclui.