Portal 135

Falta de educação ambiental torna todo o trabalho de limpeza em vão

10/10/2017

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, árvore, grama, shorts, criança, atividades ao ar livre e natureza

Não bastasse a estiagem prolongada, não bastasse o sofrimento do Rio São Francisco, a falta de sensibilidade e de educação ambiental de alguns moradores de Pirapora e Buritizeiro colocam todo o belo trabalho de limpeza feito através do mutirão sem efeito, se transforma em nada, é como se estivesse enxugando gelo, uns tentando colaborar para a recuperação do Velho Chico, enquanto outros, sem nenhum senso de colaboração, de higiene e de respeito a natureza e a vida humana, desmancham todo o trabalho de limpeza realizado. 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, praia, atividades ao ar livre e natureza 

"A gente tenta, promove mutirões, limpa o rio na medida do possível, implora por ajuda, por colaboração e principalmente por consiencia. Mas não adianta, no final de semana seguinte está tudo lá novamente, lixo de tudo quanto é tipo, levados por seres humanos "racionais". Cansa gente, cansa limpar e voltar lá dois dias depois e parecer que nada foi feito, cansa ver que as pessoas não vão aprender nunca. Eu começo a desistir de lutar pelo rio, pela conservação, pela recuperação, destruir é mais rápido que reconstruir, uma luta que acaba sendo inválida diante da estupidez dos homens. Meu Rio São Francisco, o que estão fazendo com você?" Lamenta Rhomário Magalhães, um dos participantes do mutirão da limpeza.