Portal 135

Comitê de segurança se reúne e anuncia redução de 65% de ocorrências

25/05/2018

Integrantes do comitê de segurança pública da 11ª RISP (Policias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Bombeiros), representantes da Sociedade Rural, Cia Promoções, Total Eventos, Exército, Agentes Penitenciários, Diretor do Presídio Regional e da VLI, Quality Vigilância e Segurança e da Prefeitura Municipal de Montes Claros (Conselho Tutelar, Secretaria de Cultura, Defesa Social e MCTRANS), fizeram a primeira reunião estratégica referente à 44ª Exposição Agropecuária de Montes Claros, a Expomontes, nesta quarta-feira (23). 
O evento, que é realizado de 29 de junho 9 de julho, no Parque de Exposições João Alencar Athayde movimenta, em média, R$ 400 milhões e tem previsão de 400 mil pessoas nos dez dias, gerando cerca de quatro mil postos de trabalhos. Além disso, fomenta comércio, turismo, negócios e agropecuária regional, carro-chefe de toda Feira. 
“Movimenta toda a cidade e, por isso, é importante que se discuta, defina e proponha melhorias a cada dia. A reunião de hoje serve para avaliar a passada, mensurar ações e acertar tratativas para que as intercorrências sejam menores, em 2018. Nós da Sociedade Rural somos os maiores interessados em fazer uma exposição para família”, diz o Diretor Jurídico da entidade, Renato Alencar. 
Conforme diz Arnaldo Oliveira, Diretor da entidade, a Rural a cada ano se inova e se movimenta para promover a maior mostra da força do homem do campo. 
Leonardo Borges, Diretor da Cia Promoções afirma que coletivos como estes dão mais credibilidade ao evento, pois “tem visões diferenciadas e isso que faz a Expomontes ser um sucesso de público e crítica”. 
O Tenente-Coronel Adriano Ribeiro, Chefe do Estado Maior, da 11ª RPM, quem coordenou os trabalhos. 
“Hoje damos início ao protocolo do maior evento da nossa região, com várias atrações. Daqui definiremos outras reuniões temáticas para subsidiar a última, dia 25 de junho, que antecede a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta junto ao Ministério Publico. É o início das tratativas, onde destacamos ações e outras ocorrências de 2017, definimos logística. A Expomontes é um evento nosso!”, descreve o Sub-Comandante, que divulga como será a previsão para 2018. 
“Iremos fazer um redimensionamento da segurança, um novo conceito aplicado pela PM, que requer mais segurança privada dentro do parque e maior efetivo da PM na cidade. O crime violento é praticamente nulo dentro do parque, mas precisamos verificar fora. Essa tendência nacional é gradativa, com menor intervenção pública para que possamos reduzir os números e manter a sensação de segurança para toda comunidade”, finaliza o Tenente-Coronel. 
O Major Darlan Moreira Soares, dos Bombeiros, garante que essa integração facilita o trabalho. Ele reforça sobre a importância do Posto de Comando Unificado, que tem como objetivo maior uma pronta-resposta, caso haja necessidade durante a promoção da Mostra. 
De acordo com Capitão Lauro, em 2016, foram registradas 151 ocorrências. Em 2017, foram 1.200 seguranças privados. Centenas de policias estiveram dentro e fora do complexo de eventos. 
“Em 2017, foram 52. Uma redução de 65%, se comparado de um ano para outro. Contudo, há ocorrências na cidade que impactam no trabalho. A nova estratégia de trabalho vai demandar um aumento no numero de segurança privada dentro do parque para a PM possa dar mais cobertura na cidade como um todo”, define. 
Dia 03 
O Dia do aniversário de Montes Claros tem um planejamento à parte, pois é onde tem o maior fluxo de visitantes. Por isso, será realizado encontro para definir medidas de atendimento aos usuários na data. 
Mobilidade 
A MCTrans em parceria com a Polícia Militar de Trânsito já implanta o sistema de trânsito no entorno do parque a partir de 20 de junho. Durante o evento, medidas efetivas de sinalização e fiscalização serão implantadas para melhorar o fluxo de veículos e pedestres. 
Gerente de segurança da Secretaria de Cultura, o Militar Joaquim Borborema, fala que a cada ano a segurança é mais eficiente. 
“Isso devido à interação do comitê e aplicação das orientações definidas nele. É o caminho certo para uma prestação de serviço de qualidade”, disse. 
Lucas Arruda, Conselheiro Tutelar afirma que a Expomontes é um evento de muita expressividade na Região e no Estado. 
“É muito importante a articulação dos Órgãos em prol do evento a fim de proporcionar segurança, além de assegurar os Direitos das Crianças e Adolescentes, como define a Lei. Esta articulação é feita há alguns anos e os resultados têm sido positivos”, diz.